Translate

Encontro de Folias do Divino (06 e 07 de Abril de 2013)

Encontro de folias reúne diversos grupos em Mogi

Evento será em abril e pretende manter tradição.
Violeiros e cantadores louvam o Espírito Santo.

Gladys Peixoto Do G1 Mogi das Cruzes e Suzano



 
Integrantes da folia do Divino de Mogi das Cruzes (Foto: Reprodução/TV Diário)Integrante da folia do Divino de Mogi das Cruzes
(Foto: Reprodução/TV Diário)

Para manter viva as tradições folclóricas da Festa do Divino Espírito Santo será realizado o 2º Encontro de Folias do Divino Espírito Santo. “O encontro provoca a curiosidade das pessoas em saber o que é a folia”, avalia o diretor cultural da Associação Pró-Festa do Divino e organizador do evento, Josemir Ferraz Campos.
A ação acontece entre 6 e 7 abril e grupos de cerca de 20 cidades foram convidados para participar. A organização aguarda a participação de pelo menos 12 grupos. Entre as cidades convidadas estão Paraty, Ubatuba, Lagoinha, Salesópolis, Araçoiaba da Serra, Joanópolis, Bom Jesus dos Perdões entre outras. Ele lembra ainda que a folia existia em Portugal cuja tradição continua no Brasil com o grupo folclórico Casa dos Açores de São Paulo. Ele também foi convidado para o encontro, mas a organização ainda não sabe se o grupo vai participar. A Casa dos Açores esteve em Mogi em 2003, participando da Entrada dos Palmitos.
“A folia tem sua origem na zona rural. É um grupo de pessoas, geralmente violeiros e cantadores, que saia com a bandeira do Divino. Eles chegavam nas casas pediam pouso, cantavam e pediam esmola, que ia para a festa”, explica Josemir. Embora em alguns lugares do Brasil a folia mantenha esse aspecto de pedir esmola, em Mogi das Cruzes ela passou a fazer parte dos eventos dentro da própria da festa, como a Alvorada, completa o organizador.
De acordo com a programação, o Encontro de Folias começa em 6 de abril, às 10h com a concentração na Praça Coronel Benedito de Almeida, no Centro de Mogi das Cruzes.
Em seguida, eles seguem em cortejo até a Praça Oswaldo Cruz, onde as apresentações têm início. O encerramento é as 17h. Já no dia 7 de abril uma missa na Catedral de Sant’Ana, às 9h, encerra o evento. Toda a programação é gratuita e aberta ao público, segundo a organização.
“A folia também é uma manifestação de fé. E como estamos comemorando 400 anos de fé e devoção o evento é importante porque a folia canta louvores ao Espírito Santo agradecendo graças”, completa Josemir.

http://glo.bo/10mZrPc

Nenhum comentário: